Hotelaria Brasil

Está na Tribuna Catarinense, uma notícia que eu não tenho como deixar de comentar.

O alvoroço em torno da expectativa para o feriado numa cidade como Balneário Camboriú, esta como tantas outras cidades do Litoral Brasileiro, tem belezas naturais que precisam em primeiro e acima de tudo ser preservadas. À parte do caso de sua praia principal, por erros omissão ou conveniência da administração pública, não ter mais sol a partir das 15 – 16 horas, já que os espigões da dita civilização e evolução tecnológica tomaram conta da Belíssima avenida beira-mar, mas isto é coisa que já existe há alguns anos, o que não isenta de culpa os responsáveis pelas administrações públicas, já que deveria ter sido parado pelo menos no que ainda sobrou de construções numa altura que não prejudique os banhistas.

A estrutura Hoteleira e de restaurantes é relativamente boa em que pese a ausência de profissionalismo por ali existente o que não deixa de ser lamentável, já que BC precisa traçar o caminho para um Rio de Janeiro Catarinense, é necessário a consciência dos empresários de que não, não é o governo que tem que fazer, o Governo tem que cuidar d infra-estrutura saneamento saúde o que não faz a contento procurando culpados para a sua incapacidade, o que em parte faz coro com os empresários do setor de Turismo, que deveriam em vez de se lamentar, trabalhar para promover a cidade como ela meece ser promovida.

Em que pese o grande nr. de acomodações em BC este deveria estar fechando o ano com uma média ocupacional REAL em torno dos 70% mesmo eu sabendo que, não há nenhum hotel o mundo que, desde que Bem Administrado, não se pague quando alcança os 31,3% de ocupação. Repito, OCUPAÇÃO REAL, nada a ver com ocupação operacional.

Balneário Camboriú tem capacidade para sediar grandes eventos que deveriam ser trabalhados pela iniciativa privada, nada de depender de políticos que, como sabemos, tudo o que lhes interessa é auto-promoção.

É lamentável termos que ver o feriado de Páscoa ou qualquer outro, sendo comemorado por um parque hoteleiro que deveria estar rejeitando hospedagem, eu já prefiro dizer, PENSANDO EM CRESCER SUSTENTAVELMENTE, durante 365 dias no ano.

Quem sabe ainda deparo com empresários do setor de Turismo no Brasil que queiram olhar para o TURISMO como ele é: Uma indústria que tem quer ser explorada como tal e dar o lucro que tem que dar. Acreditem é MUITO.

Infelizmente o caso acima se aplica a Muitas Cidades Brasileiras, para não dizer a MAIORIA!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s