A tal da Crise e o que fazem com ela.

A NOVA LOGOMARCA GR - PF InvVamos colocar os pingos nos “is”. Há crise há. Há quanto tempo isso está sendo preconizado? Pelo menos quatro anos, nós alertamos nossos consultados para ela, mas isso é pouco demos a eles o caminho para não perderem com a crise os que seguiram não vão perder, os que não seguirem, não sei, afinal eles sabiam tudo, ou não, o tempo o dirá.

Ninguém está aqui dizendo que você vai continuar ganhando o mesmo na crise, o que estamos afirmando e temos conhecimento prático disso é que em função das crises não precisamos e nem devemos operar com prejuízo, ou seja, o prejuízo é oriundo da falta de conhecimento de gestão e não da crise, a crise só nos faz ter mais atenção e no máximo ganhar um pouco menos mas não perder.

Há algo que as pessoas não parecem querer entender, a hotelaria é uma indústria com uma capacidade especial para atravessar crises, principalmente quando estas estão anunciadas. O que vemos por aí são “estrelas” em gestão que de hotelaria só entendem quando estão sozinhos, porque na concorrência se preocupam em encontrar uma forma de se justificarem pelo fracasso é mais fácil do que fazer algo (que não sabem o que) para atravessar a crise de cabeça erguida. Eu reconheço que não se engana todos o tempo todo, logo os especialistas em autopromoção têm tanto trabalho tentando justificar a incompetência que realmente vão ter prejuízo e ou gerar prejuízo para quem lhes paga, porém isso não é tão importante desde que o salário chegue e eles tenham mais uma dúzia de incompetentes para se comparar afinal a culpa é do Governo. Não… A culpa do prejuízo da empresa que você dirige é sua, e se fosse honesto antes que esse prejuízo aparecesse deveria informa-lo.

Quando converso com alguém que tem problemas sérios em seu hotel e o argumento é: “isso tem em todo o lugar”, ele esquecesse que só olha os iguais, os que com ou sem crise saem do mercado ou entregam seus empreendimentos, mais digno seria entregarem a gestão, estive na última viagem e isso não é segredo para quem me segue, em quatro ou cinco praças diferentes, nelas eu cruzei com todo o tipo de “gestor” e é gratificante poder dizer que encontrei conscientes Dirigentes de Hotel e quando estes têm a minha idade, isso é quase uma obrigação, mas neste caso encontrei também jovens, isso me diz “a hotelaria Nacional ainda tem jeito” rsrsrs.

O importante é que os profissionais a quem me refiro estão em hotéis bem diferentes e em praças diferentes, mas nenhum falou da crise, e sim como estão passando por ela. Essa é a diferença entre o Administrador Hoteleiro e o “síndico” com título de gerente de hotel.

Há muito defendo e sempre isso me valeu muito, fundamente-se, faça o que tem que ser feito como tem que ser feito, quando tem que ser feito (sempre) e você terá o resultado que se propôs atingir. Ouvi numa das últimas vezes que encontrei com um dos três melhores do Mundo, trace seus planos, veja se estão bem fundamentados e atravesse o que tiver que atravessar, você chega lá. E este Senhor sabe de Administração e Gestão Hoteleira como ninguém, nem aposentado o Mundo o deixa em paz.

Agora você mesmo vai responder, se tudo o que tem a dizer é que há crise (o Mundo sabe) que os seus mal feitos são iguais aos dos outros (isso só caracteriza incompetência, além de muitas vezes ser mentira) e que não há nada a fazer… Por favor, Aposente-se da Hotelaria. Ou acha que está certo?

Estes nossos gestores em crise são os mesmos que falam de RM como se fosse a única coisa que eles entendam que seja, um processo de distribuição, onde você vende o Melhor produto, pelo melhor preço, ao cliente certo, na hora certa pelo canal certo. Pois é isto é uma parte Ínfima da complexa crítica e analítica Filosofia de gestão que é o Yield & Revenue Management, sim porque o (dito RM) sem a fundamentação do Yield não serve de nada, há! Seve sim, para ajudar a crise, pela falta de conhecimento culpam-no…  Quando você usa na integra a filosofia de gestão do “Yield & Revenue Management” entra em períodos de crise com os planos para o que fazer logo a seguir por esta filosofia não é reativa e previsível.

Estamos estudando e tem tudo para se concretizar a gestão de duas unidades hoteleiras em plena crise, com a remuneração da nossa forma – Recebemos sobre o GOP acreditem todos os meses receberemos, e segundo as más línguas é no mercado mais difícil do País.

Só para lembrar os que parecem ainda não ter aprendido, a Hotelaria se baseia em dois pilares ATENDIMENTO e SERVOÇO, seja o Melhor e deixe a crise para os outros, e vai ser elogiado pelo próprio cliente que informará aos seus amigos que você em que pesem as “ditas dificuldades” parece até ter melhorado na hora “do aperto”. É nesta hora que separamos o trigo do joio.

O Portal de Reservas que contempla o Hoteleiro pelo Aumento de Produção Após 20.05.2015

Grupo Águia PORTAL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s