LUCRO E OCUPAÇÃO HOTELEIRA

Como tudo vem bater em custos, se o Administrador não sabe quanto custa vai ficar difícil. Administrei Hotéis em Curitiba e ali, na minha época se fechava o ano na casa dos 70% de ocupação, era bom? Não sei, no meu caso era, mas isso pode não ser. E já vamos ver o por que:

Um Hotel bem administrado tem seu ponto de equilíbrio entre 27 e 31% de ocupação, hoje o mercado Curitibano reclama que fecha o Ano na casa de 50% é Bom? Sim é bom. Porque dizem que não é, e por vezes não é mesmo.

Normalmente o Hoteleiro se refere à ocupação como um fato operacional, então não posso mais dizer se é ou não bom já que a ocupação, quando falamos de Lucro Líquido precisa ser OCUPAÇÃO FINANCEIRA.

Se você tem um hotel de 100 apartamentos e pratica uma diária média de R$. 100,00 então seu percentual de ocupação é realmente o mesmo independentemente de Operacional ou Financeiro, no entanto isto dificilmente se verifica, a diária de balcão é 100,00 mas a sua diária média é de R$.70,00 então o seu percentual operacional é um e o financeiro outro há que se saber porque o Hotel que encerra o ano com 50% de ocupação não dá lucro: Os motivos mais plausíveis são: 1º – Má administração, 2º e normalmente o mais provável o empresário está se referindo a um percentual operacional e ignorando o percentual financeiro, que é o que realmente paga as contas. Vem hoje no Economia IG um notícia maravilhosa para nós hoteleiros, O RJ não tem mais baixa temporada, tem taxas de ocupação que beiram a casa dos 80% pelas expectativas para este ano, entrei na internet e procurei descontos no Rio, e enontrei até 70% isso em dez minutos de pesquisa. Neste caso ou os preços estão absurdamente majorados, o que não é uma política de bons administradores ou a alta taxa de ocupação é deficitária. De qualquer forma há distorções nesta administração.

Não se esqueça, é básico que se saiba pelo menos quantas diárias precisa faturar diariamente para poder manter o empreendimento em funcionamento, ou sabe, ou contrata quem saiba, ou ainda, mude de ramo.

Não, não há Hotel que não dê Lucro, há empreendimentos com a Administração mal focada ou com números irreais.


About these ads

Taggeado:

2 comentários sobre “LUCRO E OCUPAÇÃO HOTELEIRA

  1. [...] que, desde que Bem Administrado, não se pague quando alcança os 31,3% de ocupação. Repito, OCUPAÇÃO REAL, nada a ver com ocupação [...]

  2. [...] Há a saber, que um hotel não dá prejuízo a partir dos 31% de ocupação real, ou pelo menos não pode dar, e isso é uma questão administrativa financeira. É preciso [...]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

SN Hotelaria Consultoria Especializada

Não Há Empreemdimentos Hoteleiros deficitários. Há Administrações deficientes.

"it's all 'bout DISCIPLESHIP, genius!"

"to prepare God’s people for works of service" -Apostle Paul, 60 A.D.

Não Há Empreemdimentos Hoteleiros deficitários. Há Administrações deficientes.

Não Há Empreemdimentos Hoteleiros deficitários. Há Administrações deficientes.

Consultoria e Administração Hoteleira

Não Há Empreemdimentos Hoteleiros deficitários. Há Administrações deficientes.

Minhas Fotos

AMO FOTOGRAFAR NÃO SOU PROFISSIONAL, MAS COMPARTILHO O QUE FAÇO

Marketing Hoteleiro

Atualidades Notícias

Brasil em Noticias

Não Há Empreemdimentos Hoteleiros deficitários. Há Administrações deficientes.

Fome de Poesia e Outros

Amo Poesia se quiser pode colaborar

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 529 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: